Notícias

29.09.2015

Reconhecimento


Professor ativista no tema Adoção é homenageado em São José dos Pinhais.
Professor ativista no tema Adoção é homenageado em São José dos Pinhais.
Na noite desta quarta-feira (23), três instituições de São José dos Pinhais foram homenageadas por suas atuações voltadas à valorização da família, da criança e do adolescente. O prêmio 'Valores Familiares' foi entregue, em cerimônia pública, pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias ao Grupo Romã - apoiado pela FAE, à Associação de Pais e Amigos das Crianças Portadoras de Mielomeningocele (APPAM) e ao Centro de Amparo ao Menor Nossa Senhora do Monte Claro.

O título é concedido pela igreja em diversos países e homenageia instituições que contribuem para a preservação de valores e padrões que são o alicerce das famílias. A data de 23 de setembro foi escolhida por ser o 20º aniversário do documento intitulado “Proclamação ao Mundo: A Família”, que norteia os princípios da entidade religiosa. “Estes são trabalhos exemplares na área da família. São pessoas que trabalham voluntariamente para o bem do próximo e atingem resultados dignos de homenagem”, disse o presidente da Igreja em SJP, Luis Fernando Obegowski.

Exemplos

As três entidades homenageadas possuem trabalhos voltados a crianças e adolescente, que resultam na valorização da família. É o caso do projeto Romã, um grupo de apoio e estudos voltado à adoção. Criado em 2009, o grupo atua em parceria com o Judiciário, ministrando cursos aos pais que pretendem adotar uma criança. “Além de explicarmos os aspectos jurídicos da adoção e prepararmos os pais para essa nova fase de suas vidas, também trocamos experiências, pois a maioria dos voluntários do Romã é pai adotivo”, lembrou o representante do grupo e coordenador adjunto do curso de Direito, José Carlos Silva. “Lutamos para que as crianças institucionalizadas, privadas da convivência familiar, tenham o direito de ter uma família”, disse.

Fortalecer os vínculos familiares também é o objetivo do Centro de Amparo ao Menor Nossa Senhora do Monte Claro. Fundado em 1989 e localizado no bairro Afonso Pena, o espaço é um centro multidisciplinar, que dá apoio social e formação humana a crianças e adolescentes entre 6 a 15 anos. Todas as atividades são gratuitas e desenvolvidas no horário de contra-turno escolar. Coordenado pela Congregação das Irmãs Mensageiras do Amor Divino, a instituição abriga menores em situação de vulnerabilidade social. “O que o mundo precisa hoje é de uma sociedade mais justa e amorosa, pois é isso que faz a diferença”, acredita a irmã Rita Foggiatto, coordenadora geral da entidade, dando a palavra para um ex-integrante do Centro, que contou sua experiência positiva no local.

Igualmente homenageada, a Associação de Pais e Amigos das Crianças Portadoras de Mielomeningocele (APPAM) contou um pouco de sua história. Criada em 1992 e localizada no bairro Guatupe, a entidade oferece apoio a portadores da doença e suas famílias. Referência no tratamento da mielomeningocele (doença congênita que provoca má formação na coluna vertebral), a Associação oferece gratuitamente fisioterapia e hidroterapia além das atividades de orientação, acompanhamento e assistência a toda família do paciente.

Fonte/Foto: GuiaSJP.com - Jornalista Mauren Luc.


Compartilhe: