Notícias

15.08.2014

Economia Comportamental


Evento que celebrou o Dia do Economista discutiu como escolhas e comportamentos pessoais influenciam as decisões econômicas.
Evento que celebrou o Dia do Economista discutiu como escolhas e comportamentos pessoais influenciam as decisões econômicas.
Quarta-feira, dia 13, os futuros economistas da FAE Centro Universitário celebraram o dia da profissão participando da palestra sobre economia comportamental com o Dr. Wesley Pech, professor do departamento de Economia da Wofford College, nos Estados Unidos.

Segundo a coordenadora do curso, Solídia Santos, o evento mostrou que ao contrário do que o mercado aparenta, o estudo de Ciências Econômicas, enquanto ciência, está sempre em evolução como todas as outras áreas das Ciências Sociais. “O palestrante provocou no público reflexões sobre as escolhas e comportamentos individuais que não são usualmente discutidas no ensino convencional das Ciências Econômicas”, afirma.

Para Solídia, o Dr. Pech apresentou os pontos divergentes entre a Economia Tradicional e a Economia comportamental. “Dentro do Estudo Econômico tradicional, assumimos que os consumidores são racionais e têm comportamentos que orientam para a maximização dos seus interesses individuais com base em uma visão de mercado. Já a Economia comportamental utiliza fatores sociais, cognitivos e emocionais para explicar a tomada de decisões econômicas das pessoas”, explica. Segundo o palestrante, as escolhas humanas vão além das decisões de mercado em função de alguns fatores como: a influência do comportamento dos outros nas decisões pessoais, dos hábitos que levam os indivíduos a tomar decisões inconscientes e das expectativas das pessoas que influenciam formas de agir.

Durante o o evento, o Corecon homenageou a melhor aluna do curso formada em 2013, Elaine Marion Te Vaarwerk.



Galeria de fotos






Compartilhe: