Notícias

25.04.2018

Pedagogia franciscana: muito além do confessional


Alunos da FAE analisaram a trajetória de vida de Francisco de Assis como modelo para profissionais da carreira docente
Alunos da FAE analisaram a trajetória de vida de Francisco de Assis como modelo para profissionais da carreira docente
Quando o assunto da aula é São Francisco de Assis e ela é ministrada por um frade, talvez a primeira expectativa do público seja a de um encontro religioso. Porém, muitos alunos de Letras, Pedagogia e Direito da FAE foram surpreendidos com a palestra Diálogos Docentes: Pedagogia Franciscana, realizada na última segunda-feira, dia 23, na FAE Centro Universitário.

Conduzida pelo professor e coordenador do programa FAE Social, Frei Claudino Gilz, a aula abordou a trajetória pessoal e o legado de amor à vida e à fraternidade de Francisco de Assis – personalidade mais marcante e influenciadora do segundo milênio, de acordo com pesquisa internacional realizada pela revista “Times”, em 1999.

Em vez de abordar questões estritamente religiosas, o conferencista se ateve a vários aspectos que embasam o que se denomina como Pedagogia Franciscana. Aspectos estes que convergem para o pressuposto de que o ser humano não nasce pronto, mas com a incumbência de se fazer como pessoa pelo cultivo da inspiração interior, da alegria, da generosidade, da cortesia, da compaixão aos mais necessitados e do discernimento de um propósito de vida capaz de aferir sentido existencial.

Com base na canção "Little church" do álbum "Brother Sun, Sister Moon", lançado por Donavan em 2004, Frei Claudino afirmou que a Pedagogia Franciscana consiste, antes de tudo, em boas escolhas diárias que estão ao alcance de todas as pessoas: “Se você almeja realizar o seu sonho, vá devagar, passo a passo, dispondo da melhor maneira do seu tempo, fazendo poucas coisas, mas as fazendo bem, pois o melhor de um sonho é o que ao longo do caminho já se vai aprendendo e alcançando", afirma.

Para o estudante do curso de Letras, Douglas Schmitz, o modelo de vida de São Francisco, do ponto de vista humano, é um exemplo para quem pretende seguir a carreira de professor. “Podemos tirar um aprendizado sobre a paciência e empregar amor aos pequenos detalhes e conquistas com os alunos”, explica.

O encontro Diálogos Docentes é uma iniciativa da FAE para fomentar a troca de ideias e experiências sobre a importância da formação humana entre alunos e professores.




Galeria de fotos






Compartilhe: