Notícias

13.04.2016

FAE São José dos Pinhais integra o Movimento Nós Podemos Paraná


Iniciativa está relacionada à ONU e abrange projetos educacionais, sociais e de sustentabilidade
Iniciativa está relacionada à ONU e abrange projetos educacionais, sociais e de sustentabilidade
A FAE São José dos Pinhais possui histórico de participação efetiva em iniciativas socioeducacionais, como os projetos Romã e Caminhos, por exemplo. Para ampliar essa atuação em programas voltados ao desenvolvimento humano e também para somar esforços com outros agentes da sociedade, a Instituição ingressou recentemente no Movimento Nós Podemos Paraná.

O Movimento, do qual o Grupo Educacional Bom Jesus é parceiro, propõe o debate sobre como contribuir para uma sociedade mais justa, igualitária e sustentável, de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

O compromisso com os ODS foi assinado no mês de março e, de acordo com a representante da FAE São José dos Pinhais, Andrea Bier Serafim, a Instituição já participou de três reuniões até o momento. “Estamos fazendo um intercâmbio inicial com os outros participantes para a troca de experiências em nossas diferentes frentes de atuação. Além disso, trabalhamos em estudos sobre como ampliar os nossos serviços à comunidade, sempre alinhados com os objetivos específicos propostos pela ONU”, explica Andrea.

As reuniões do grupo de trabalho do Movimento Nós Podemos Paraná são mensais. A cada encontro, é realizada uma palestra sobre a pauta do dia, que geralmente está relacionada ao projeto de uma das Instituições participantes.

Movimento Nós Podemos Paraná

Na década de 1990, a Organização das Nações Unidas (ONU) promoveu uma série de conferências com o objetivo de definir prioridades para o desenvolvimento e o bem-estar mundial. Esses eventos debateram temas como fome, direitos humanos, gênero, educação, saúde e meio ambiente. As reflexões culminaram com a Cúpula do Milênio, em 2000, em Nova York, quando os 191 países presentes firmaram o compromisso para erradicar a fome e a miséria até 2015 por meio dos 8 Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM). O trabalho continua com os 17 ODS propostos em 2015, que vão até 2030.

Foto: o secretário estadual de Assuntos Estratégicos, Flávio Arns, e a professora Andrea Bier Serafim durante as assinaturas do projeto.



Compartilhe: