Notícias

11.03.2014

Trote solidário da FAE beneficia APACN e asilos


Calouros e veteranos arrecadaram fraldas geriátricas e leites especiais para crianças que passam por tratamento de câncer.
Calouros e veteranos arrecadaram fraldas geriátricas e leites especiais para crianças que passam por tratamento de câncer.
Mais de 1.500 estudantes da FAE Centro Universitário, entre calouros e veteranos, escolheram trocar o trote tradicional pelo solidário. Por meio de uma gincana entre as unidades de Curitiba e São José dos Pinhais, nos meses fevereiro e março, os universitários arrecadaram cerca de 7 mil fraldas geriátricas, para asilos dos dois municípios envolvidos, e mais de 500 unidades de leites especiais e de alto custo, para a APACN - Associação Paranaense de Apoio à Criança com Neoplasia.

Durante, aproximadamente, um mês, os estudantes de todos os cursos de graduação realizaram uma força tarefa para arrecadar os itens propostos pelo Trote Solidário da FAE. Para motivar os jovens, a instituição realizou uma competição em formato de gincana. Os grupos que mais arrecadaram doações receberam certificados de horas complementares. O resultado foi divulgado no último sábado (8), durante o evento cultural #IntegraCalouro, no Teatro Bom Jesus.

O total das fraldas geriátricas arrecadado será divido entre as casas de repouso Luz Divina, Lar Bom Jesus e São José.

Solidariedade

Para a coordenadora da Pastoral Universitária da FAE, Rita de Cássia, o empenho dos alunos foi muito além do prêmio proposto. “Ficou claro para nós, da organização, que os estudantes ficaram sensibilizados com a causa, se empenhando ao máximo para ajudar as crianças e idosos envolvidos”, diz.

O estudante de Engenharia da Produção, Gustavo Ceschin (22), que também é presidente da AAAF – Associação Atlética Acadêmica da FAE, reforça a ideia de que a causa foi um motivo a mais para a participação dos colegas. “Todo mundo quer fazer a sua parte e o Trote Solidário é uma oportunidade única para fazer o bem ao próximo”, explica.

E para quem conhece a trajetória de luta e superação das crianças com neoplasia atendidas pela APACN, como é o caso da psicóloga da associação, Cristiane Gazzola Zandoná, o empenho dos alunos tem um valor especial. “É muito difícil arrecadar esse tipo de doação, pois o leite que oferecemos para as nossas crianças tem um custo muito alto”, explica Cristiane.

Cultura solidária

O Trote Solidário já se tornou uma realidade na FAE, que não registra os trotes tradicionais, com atitudes abusivas, há mais de um ano. Para o reitor da FAE, Frei Nelson José Hillesheim, este é um motivo de celebração. “Os nossos jovens entenderam a proposta do trote solidário e esta herança tem sido transmitida entre as gerações de alunos, com a participação direta dos veteranos e contribuição do Diretório Acadêmico”, finaliza.

Confira os ganhadores

  • FAE Prédio I
1.º - Direito Sala 514 (Manhã)
2.º - Administração 512 (Manhã)
3.º - Ciências Contábeis 214 (Noturno)

  • FAE Prédio II
1.º - Tecnologia em Logística
2.º - Tecnologia em Gestão Financeira

  • FAE SJP
1.º - Administração
2.º - Direito

É com orgulho que a FAE parabeniza e agradece a Pastoral Universitária, calouros e veteranos pelo sucesso do Trote Solidário de Verão 2014.



Galeria de fotos






Compartilhe: