Notícias

05.03.2013

Trote Solidário supera expectativas


Além de beneficiar ONG, arrecadação desenvolveu virtudes como liderança e solidariedade em alunos da FAE.
Além de beneficiar ONG, arrecadação desenvolveu virtudes como liderança e solidariedade em alunos da FAE.
Conscientizar o jovem que toda a energia empregada nos “trotes tradicionais” pode ser canalizada em atitudes que farão a diferença na vida de outras pessoas: este foi o objetivo do trote solidário deste ano da FAE.

A Pastoral Universitária propôs aos alunos das unidades FAE de Curitiba e São José dos Pinhais uma gincana solidária entre os cursos. A turma que arrecadasse mais produtos seria a vencedora. O envolvimento e comprometimento de quase 1.500 alunos, entre veteranos e calouros, que trabalharam duro para arrecadar produtos de limpeza, higiene pessoal e alimentos em prol da ONG Chácara Meninos dos 4 Pinheiros, localizada em Mandirituba, superou todas as expectativas, resultando em quase 8.500 unidades que equivaleram aproximadamente a 5 toneladas de produtos.

A entrega das doações foi realizada no último sábado (02), durante uma emocionante cerimônia no Teatro Bom Jesus, com a presença dos calouros e dos adolescentes beneficiados. Houve apresentação da peça “Morto Vivo”, uma divertida comédia que transmitiu uma séria mensagem sobre o ato de recomeçar e sobre a oportunidade diária que temos de repensar as atitudes e valorizar o bem e a vida.

Após a peça, diante de centenas de alunos ansiosos, a coordenadora da Pastoral, Rita de Kassia Kleinke, anunciou as turmas vencedoras:

  • FAE Centro Universitário:
1.º lugar – sala 608 – Psicologia – matutino - 29.665 pontos
2.º lugar – sala 510 – Eng. da Produção – noturno – 18.990 pontos
3.º lugar – sala 502 – Administração Integral (MEP)– matutino – 15. 460 pontos

  • FAE São José dos Pinhais:
1.º lugar - sala 503 - Administração - noturno - 40.320 pontos
2.º lugar - sala 403 - Direito - noturno - 38.600 pontos

Desafios que constroem


Exemplo de liderança, Thalita B. Molinari, líder da sala 608, vencedora da gincana na FAE Centro, organizou a turma em grupos e estabeleceu metas de pontuação para cada equipe. “Desta forma, cada grupo exerceu sua autonomia e tivemos ideias maravilhosas”, afirma Thalita, citando como exemplo a equipe que criou a campanha “Contribua e ganhe um sorriso”; Os integrantes elaboraram cartazes e foram para as ruas arrecadar doações. “Contamos principalmente com o respeito que o nome FAE/Grupo Bom Jesus nos proporciona enquanto alunos, não somente aos olhos curitibanos, uma vez que vários estrangeiros também fizeram doações”, esclarece a aluna. Para incentivar ainda mais os colegas, a turma contava também com uma bonificação em dinheiro, que ao final da gincana foi utilizada para comprar mais produtos. “A ideia inicial era que utilizaríamos a bonificação para fazer um churrasco. No último dia, estávamos tão envolvidos que acabamos decidindo por utilizar o dinheiro na gincana”, recorda.

Para o empresário, Hélio Maia, pai de uma das calouras, este trote foi uma mudança de paradigma. “Esta gincana é uma forma digna dos alunos comemorarem, pois reverte o trabalho dos calouros em benefício do próximo. Todos estão de parabéns”, afirma.

A coordenadora da Pastoral celebra o envolvimento dos alunos e lança uma semente. “No próximo ano, estes alunos serão os veteranos. Vamos incentivá-los a pensar e organizar o trote solidário das novas turmas”, declara Rita, com esperança de criar a cultura de um trote mais digno, solidário e humano entre os novos ingressantes.

Para o Reitor da FAE, Frei Nelson José Hillesheim, o trote solidário foi revelador, demonstrando o perfil dos ingressantes. "São jovens que querem fazer a diferença, motivados para o gesto maior de abraçar a causa dos que estão à margem das oportunidades, dando- lhes dignidade e felicidade", ressalta Hillesheim, que completa. "Quero agradecer aos nossos calouros em nome da FAE e de todos os que organizaram o Trote Solidário. Contem sempre com nossa admiração e estima".


Curta a fanpage da  Chácara Meninos dos 4 Pinheiros e a apresentação que os adolescentes da ONG realizaram no Teatro Bom Jesus.



Galeria de fotos






Compartilhe: