Notícias

07.12.2012

FAE sobe no conceito do MEC


Com IGC nota 4, de um máximo de 5, a FAE também está posicionada entre as 20 melhores do Brasil.
Com IGC nota 4, de um máximo de 5, a FAE também está posicionada entre as 20 melhores do Brasil.
A FAE Centro Universitário é a melhor Instituição Universitária Privada de Curitiba, dentre universidades e centro universitários, pelo quinto ano consecutivo, de acordo com o Ministério da Educação (MEC). Esta constatação é resultado da avaliação dos cursos e das instituições de ensino brasileiras que o MEC realiza anualmente por meio do Índice Geral de Cursos (IGC).

A avaliação mais recente, referente ao período de 2011, mostra que a FAE subiu para o conceito 4, que representa um excelente conceito, compreendendo uma escala de qualidade de 1 a 5, sendo igualada apenas por duas instituições federais na capital paranaense. Com esta avaliação, a FAE também está colocada entre as 20 melhores do País e a segunda do Paraná.

Para o Pró-Reitor Acadêmico da FAE, André Luis Gontijo Resende, superar os índices de avaliação anuais do MEC é um dos principais desafios das instituições de ensino, uma vez que a simples manutenção dessa qualidade já representa um grande esforço por parte dos gestores e corpo docente. “Investimos constantemente na atualização dos processos acadêmicos, infraestrutura e capacitação dos nossos colaboradores e professores, que representam um dos principais pilares da nossa instituição, que tem como base os nossos alunos”, explica.

Resende tem motivos para destacar a importância dos estudantes nos processos de avaliação do MEC, pois o desempenho dos alunos, por intermédio do ENADE, representa 70% da avaliação do curso. “Esse indicador é interessante porque é uma das melhores maneiras de mensurar o conhecimento que o aluno adquiriu, além de provar ao estudante o quanto ele é importante para a construção de um ensino cada vez melhor”, opina.

Entendendo a avaliação

O IGC é divulgado anualmente pelo Inep/MEC e tem o objetivo principal de tornar público o desempenho das instituições de educação públicas e privadas, auxiliando os estudantes na escolha do local que melhor atende as suas expectativas.

A última avaliação divulgada pelo MEC compreende o ano de 2011 e envolveu 2.137 instituições, dentre universidades, faculdades e centros universitários. Neste período, foram avaliados 7.577 cursos das áreas de ciências exatas, licenciaturas e cursos dos eixos tecnológicos de controle e processos industriais, informação e comunicação, infraestrutura e produção industrial.



Compartilhe: