Notícias

19.11.2018

Novas faces da evangelização


Pastoral Universitária realiza a I Missão Franciscana FAE
Pastoral Universitária realiza a I Missão Franciscana FAE
Entre os dias 9 e 11 de novembro, paróquia e educação se uniram na primeira missão realizada pela Pastoral Universitária da FAE em parceria com a paróquia Imaculada Conceição de Curitibanos. O local foi escolhido dada a força da presença franciscana que data de meados de 1894 e um dos grupos jovens mais antigos do Brasil, com atividade ininterrupta há 46 anos, a Juce (Jovens Unidos em Cristo Encontristas).

Em sua primeira edição, a Missão Franciscana FAE contou com a presença dos freis, de leigos da Pastoral Universitária e da paróquia, 18 universitários e mais de 40 jovens da Juce. A iniciativa bebeu da fonte da mística franciscana e do Espírito de Assis unindo jovens cristãos católicos, evangélicos de diferentes denominações, espíritas, budistas, uma bahá'í e um jovem sem religião. Um pequeno retrato da diversidade presente no ambiente universitário unido pelo mesmo objetivo: promover a paz e o bem.

“Todos partilharam experiências pelas quais nunca haviam passado, de modo especial as visitas às casas com a oportunidade de ouvir tantas histórias de vida e de poder oferecer suas palavras de paz e de bem. Quando o dia poderia estar já terminando devido ao cansaço de todos, na verdade só estava na metade. Ao anoitecer se deu uma rica noite cultural com diversas apresentações de teatro, música e dança, brindando-nos com muito talento e empenho”, conta o Frei Camilo Donizete Evaristo Martins. 

Entre as atividades realizadas pelos jovens, houve roda de conversa, visitas às casas da comunidade, canto, mensagens de acolhimento e espiritualidade, além de oficinas para as crianças da Escola de Educação Básica Santa Teresinha e do Centro de Educação Santa Teresinha bem como brincadeiras lúdicas e partilha de vida entre as gerações na casa de acolhimento de idosos Associação Beneficente Frei Rogério.

“Durante a atividade, enfatizamos a mensagem que a missão FAE gostaria de deixar: ‘somos capazes de olharmos uns para os outros e nos enxergarmos irmãos. Ao nos vermos irmãos, as diferenças se tornam pequenas diante do objetivo comum de tornar o mundo um lugar mais fraterno e mais humano’. Tenho certeza de que deixamos um pouco de nós e trouxemos um pouco desse povo acolhedor em nossos corações”, conclui o Frei Gabriel Vargas Dias Alves. . 

O representante da Pastoral Universitária da FAE, Wellington Minoru Kihara, agradece a todos os envolvidos que se doaram para a realização dessa atividade. "Foi perceptível o envolvimento, a dedicação e os sentimentos colocados pelos jovens da FAE em todas as atividades programadas. Trata-se de uma ação que contribui para o pleno desenvolvimento pessoal e profissional desses jovens, uma vez que fazem uma imersão cultural e religiosa, aprendendo a lidar com o diferente, respeitando e valorizando o potencial que existe em cada ser humano."







Galeria de fotos






Compartilhe: