Notícias

07.11.2016

Coaching e mentoring para o desenvolvimento de talentos


Confira o artigo da professora da  FAE Cibele Bastos da Costa
Confira o artigo da professora da FAE Cibele Bastos da Costa

Por Cibele Bastos da Costa


A partir da compreensão atual de que o capital humano é fator importante para que uma empresa se mantenha diferenciada e competitiva, emergem recursos no mercado que visam contribuir com seu desenvolvimento.

Os processos de coaching e mentoring estão entre as ferramentas mais buscadas para este fim: desenvolvimento profissional das pessoas dentro e fora das organizações.

Para que possam ser utilizados de forma efetiva, consideramos fundamental conhecer suas diferenças conceituais e práticas. É de forma diferenciada que os processos de coaching e mentoring podem, realmente, auxiliar a alcançar os objetivos desejados, seja de quem os contrata, conduz ou implanta nas organizações.

Definição

Coaching: Processo que potencializa e estimula a autonomia, orientado a apoiar a pessoa para definir e realizar ações que promovam mudanças em si mesma, voltadas ao alcance dos objetivos previamente estabelecidos.

Papel do coach: Facilitar o processo de aprendizagem (desenvolvimento/crescimento) e de busca de autonomia do coachee. Portanto, sua postura é de não controlar, não invadir, não impor seus desejos e necessidades e, sim, confiar nas capacidades do coachee.

Mentoring: Técnica baseada em mentores, pessoas mais experientes que têm por objetivo passar adiante suas experiências e vivências em uma determinada área de atuação. “Transferência de conhecimento” na organização: a pessoa aprende com alguém mais experiente.

Papel do mentor: É um mestre, um guia, um instrutor disposto a ensinar tudo que sabe e preparar novos profissionais em sua área. Espécie de padrinho ou tutor que "adota" um profissional menos experiente no qual se detectou algum potencial. Orientador, conselheiro e até mesmo protetor na carreira e ascensão do outro dentro ou fora da empresa.

Diferenças

Tópicos COACHING
MENTORING
Abrangência Questões de desempenho, desafios e mudanças específicas. Questões relacionadas com a empresa, carreira ou transições profissionais.
Foco Ação e resultados, mudanças com autonomia. Ensinamentos, aprendizagem por modelo.
Tempo Presente e futuro. Passado, presente e futuro.
O que aborda Como a pessoa age em razão de resultados a serem alcançados. Como agir no âmbito profissional e de carreira.
Quem faz Um coach executivo/empresarial. Um mentor/profissional sênior.
Resultado Gerar opções viáveis para obter os resultados/plano de desenvolvimento. Informações, orientações para ampliar sua visão e conhecimento das possibilidades.
Fonte: Baseado em Krausz, 2007.

Apesar das diferenças conceituais e práticas entre os processos de coaching e mentoring, ambos são importantes estratégias de promoção de mudanças, aprendizagem e desenvolvimento dos profissionais que buscam preparar-se, de forma consistente, para enfrentar os desafios contemporâneos de um mercado cada vez mais competitivo.

Cibele Bastos da Costa é professora nos cursos de graduação de Administração, Psicologia, Recursos Humanos e da pós-graduação em Gestão de Pessoas da FAE.



Compartilhe: