Notícias

07.10.2016

Desafios presentes e futuros são debatidos na Feira de Gestão da FAE


O evento trouxe grandes nomes como a CEO da Aerolíneas Argentinas, Isela Costantini, e a futurista Lala Deheinzelin
O evento trouxe grandes nomes como a CEO da Aerolíneas Argentinas, Isela Costantini, e a futurista Lala Deheinzelin
A 14.ª Feira de Gestão da FAE Centro Universitário reuniu milhares de pessoas, que tiveram a oportunidade de acompanhar palestras sobre como solucionar desafios presentes e futuros. Renomados profissionais estiveram presentes e dividiram com o público a experiência de gestão, bem como apontaram tendências relacionadas à economia, com foco na colaboração e na criatividade. O evento, que aconteceu nos dias 4 e 5 de outubro, foi aberto pela CEO do Grupo Aerolíneas Argentinas, Isela Costantini, seguida dos especialistas Lala Deheinzelin, Tomás de Lara e André Pegorer.

Para o pró-reitor Acadêmico da FAE, Everton Drohomeretski, “nós estamos vivendo um momento em que é indispensável buscar novas soluções de gestão. E essa nova maneira de governar, conforme apontaram os especialistas, envolve muito, e cada vez mais, as pessoas, mostrando a importância de se trabalhar em equipe e de se comunicar de maneira clara e efetiva”, diz.

A executiva brasileira Isela Costantini, que assumiu a responsabilidade de liquidar um déficit de US$ 1 bilhão em quatro anos, na estatal aérea argentina, falou sobre os desafios de gerir uma empresa que, antes de ela assumir, era conduzida por gestão política. A CEO mostrou os principais pontos críticos relacionados à gestão e apresentou o planejamento para que a empresa zere as dívidas e passe a dar lucro, até 2018.

“Meu maior desafio agora é consolidar uma visão com valores, como segurança, compromisso, foco no cliente, sentido de urgência, controle de custos, transparência, responsabilidade individual e trabalho em equipe, que venham da base. Conquistando isso, teremos uma solidez para crescer forte e, assim, promover a transformação”, destaca.

Economia colaborativa

O último dia da Feira de Gestão da FAE foi dedicado à nova economia, pois, de acordo com os especialistas presentes, o futuro está nas economias colaborativa e criativa combinadas. Na ocasião, estiveram presentes a futurista Lala Deheinzelin, o mobilizador Tomás de Lara e o fundador do Nex Coworking, André Pegorer.

Os três palestrantes destacaram que o futuro está no coletivo gerindo o coletivo. Eles acreditam na convergência, quando todos caminham juntos para o bem comum. Para se ter uma ideia, os especialistas se transportaram hipoteticamente para o ano de 2050 e traçaram um cenário de como serão os negócios nessa data.

A futurista Lala disse que as pessoas não fazem ideia das empresas, grandes corporações, que deixarão de existir nessa trajetória até 2050. Já Pegorer acredita que as empresas não terão sede e que o conhecimento será a maior matéria-prima. O mobilizador Tomás de Lara pensa que haverá um encolhimento e que nenhuma empresa terá mais de 250 funcionários.

O reitor da FAE Centro Universitário, Jorge Apóstolos Siarcos, acredita que "os debates sobre as novas maneiras de se fazer economia, oportunizados durante a Feira de Gestão, corroboram o foco da proposta acadêmica da FAE, que é a formação humana e a inovação. Os especialistas e formadores de opinião que ministraram palestras durante o evento trouxeram exemplos de cases e de iniciativas criativas que reforçam a importância de priorizar as pessoas no processo de criação de soluções para novos desafios em uma sociedade cada vez mais complexa", concluiu.

Confira algumas imagens do evento na galeria de fotos.




Galeria de fotos






Compartilhe: