Notícias

03.10.2016

Você faz seu marketing pessoal no Linkedin?


Confira o artigo da professora Elaine Cristina de Azevedo Pacheco
Confira o artigo da professora Elaine Cristina de Azevedo Pacheco
Se você acha que o Linkedin é uma plataforma de currículo, está completamente enganado. Presente no Brasil desde 2011, quando abriu um escritório em São Paulo, mas com site em português desde 2010, o Linkedin é uma rede de relacionamentos profissionais, somando hoje 25 milhões de perfis cadastrados.

Essa rede de relacionamento é extremamente importante hoje, tanto para conseguir uma colocação no mercado quanto para divulgação empresarial: como profissional qualificado ou como empresário. Além disso, é uma ótima ferramenta para desenvolver o networking profissional.

Mas uma pergunta bastante comum é: como posso fazer um bom marketing pessoal no Linkedin? Aqui vão algumas dicas:

  • Entenda que é uma rede de relacionamento profissional, portanto deve ser utilizado de maneira profissional, caso contrário pode comprometer a sua imagem.
  • Planeje sua estratégia de marketing pessoal, ou seja, qual é o objetivo que você pretende atingir, em quanto tempo quer atingir e o que irá oferecer.
  • Planeje muito bem seu perfil, analisando previamente os perfis de destaque na sua atuação. Escolha uma boa foto, descreva seu perfil de forma que vá muito além de uma excelente qualificação profissional e que apresente suas expertises.
  • Faça conexões, mas utilize critérios e preze pela qualidade. Procure pessoas que estejam alinhadas com seu objetivo. E lembre-se: personalize o convite e a resposta de contato para criar mais vínculo.
  • O Linkedin deve fazer parte de sua rotina diária, portanto coloque na sua lista de prioridades assim como as outras redes sociais. Os maiores picos de acessos são na hora do almoço e ao final do expediente.
  • Ofereça conteúdos relevantes aos participantes de sua rede. Participe com excelência.
  • Interaja, participando de grupos de discussões e trocando mensagens com suas conexões. Pesquise sobre tendências e oportunidades profissionais na sua área. Sua participação deve ser ativa na rede.
  • Fique atento a os erros de grafia.

Lembre-se: não basta você cadastrar seu perfil no Linkedin. A interação é a dica mais importante e não a quantidade de conexões. E não tenha pressa: os resultados de suas ações de marketing pessoal virão aos poucos. Não é de um dia para o outro que você receberá propostas, será o perfil mais visualizado e o perfil mais influenciador. Fazendo do Linkedin uma de suas redes prioritárias, logo você será um destaque. Boa sorte!

Elaine Cristina de Azevedo Pacheco, administradora, especialista em Gestão de Pessoas, professora de Empreendedorismo e coordenadora do Núcleo de Empregabilidade (NEP) da FAE.

Aproveite para seguir a página da FAE no LinkedIn e acessar os conteúdos exclusivos nos grupos do NEP e da FAEx.



Compartilhe: