Notícias

17.05.2016

FAEx Entrevista: “Mac” Watson


Confira o bate-papo com o diretor emérito da Baldwin Wallace University
Confira o bate-papo com o diretor emérito da Baldwin Wallace University
Nos últimos dois meses, alunos e professores da pós-graduação da FAE tiveram a oportunidade de conviver um pouco com o especialista em Comunicação Intercultural Malcolm Watson, ou apenas “Mac”, como ele prefere ser chamado.

Mac é diretor emérito do Programa Internacional de MBA da Baldwin Wallace University (BW), em Berea, Ohio (EUA), e estará em Curitiba (PR) até o final de maio como professor convidado da FAE nos programas de MBA, dos cursos de especialização e da graduação em Administração Integral – MEP.

Durante um dos intervalos do professor, a representante da equipe da FAEx (Associação de Ex-alunos da FAE), Anelise Jensen, teve a oportunidade de conversar rapidamente e descobrir alguns fatos interessantes sobre sua trajetória. Mac já ensinou estudantes, gestores e profissionais de cinquenta e cinco países, realizou seminários de gestão de MBA em nove nações, foi tradutor do Exército dos EUA no Vietnã e, atualmente, é docente em intercâmbio no Japão e no Brasil.

Com esse currículo extenso e interessante, como o professor Mac desembarcou na capital paranaense? Ele contou que, por meio de relacionamentos de longo prazo com pessoas experientes e profissionais comprometidos da FAE, a Baldwin Wallace estabeleceu uma parceria profunda e muito produtiva, que provou ser um modelo efetivo para alianças acadêmicas e profissionais.

“Aprendi duas coisas, por conta desta estreita relação com a FAE, e que têm a ver com conceitos de liderança e com a comunicação intercultural ou de perspectiva comparada. Em primeiro lugar, uma ótima liderança procura servir os liderados. Ao reconhecer que cada indivíduo faz parte de um todo, o resultado é maior. Em segundo lugar, aprendi que a chave para o sucesso no futuro da economia global é o domínio da perspectiva comparativa, isto é, o conhecimento de que cada questão tem pelo menos duas respostas. Que cada problema tem, pelo menos, duas soluções. Que cada problema pode ser visto a partir de, pelo menos, dois pontos de vista”, explica.

Mac finaliza a entrevista afirmando que os programas de educação na FAE têm contribuído com a Baldwin Wallace, no sentido de poder enxergar estes aspectos sob novos pontos de vista. “É um privilégio poder fazer parte deste intercâmbio, pela cordialidade das pessoas, amizade e todo o apoio que a FAE oferece”, conclui.

Saiba mais sobre as parcerias da FAE com instituições de ensino estrangeiras na página do Núcleo de Relações Internacionais.


Créditos da foto: Alunos do MEP FAE.


Compartilhe: