Notícias

06.04.2018

O que startups e unicórnios têm em comum?


O Núcleo de Inovação e Empreendedorismo (NIE) da FAE responde qual a semelhança!
O Núcleo de Inovação e Empreendedorismo (NIE) da FAE responde qual a semelhança!
Startups e unicórnios têm quase tudo em comum. A diferença é que, enquanto unicórnios não existem, empresas emergentes surgem por aí a todo momento. Entretanto, no universo empreendedor, unicórnios tomam forma toda vez que uma startup privada de tecnologia passa a valer US$ 1 bilhão ou mais. Elas se transformam nesses seres mitológicos quando têm como característica um crescimento superacelerado, a partir de investimentos de capitais de risco. Isso não quer dizer que elas são, necessariamente, lucrativas. Estão, na verdade, em busca de escala, de alcançar uma grande parcela de mercado, e somente depois é que pensam em fazer dinheiro. Entre os unicórnios famosos, podemos citar Dropbox, Uber, Airbnb e Snapchat.

No Brasil, a primeira empresa a adquirir o status de unicórnio foi a 99. Vendida para a chinesa Didi (principal rival da Uber) em uma transação estimada em R$ 960 milhões. A plataforma passou a valer mais de US$ 1 bilhão. O negócio foi anunciado em janeiro de 2018. Outros dois unicórnios brasileiros surgiram na sequência. A fintech Nubank atingiu este nível após receber aporte de US$ 150 milhões (sexta rodada de investimentos de sua história), no mês de março; e a empresa de maquininhas PagSeguro seguiu este caminho após abrir capital na bolsa de Nova York. O IPO (sigla para oferta inicial de ações) da PagSeguro levantou US$ 2,3 bilhões, e ocorreu em abril. Uma série de startups brasileiras, como Movile (dona do iFood), PSafe e Ebanx, caminham a passos largos para se juntar a este grupo.

De acordo com a jornalista da Gazeta do Povo, Naiady Piva, nós já temos uma empresa startup brasileira que logo poderá se transformar em um unicórnio: a PSafe. Por meio do seu aplicativo, o DFNDR, a empresa responde por 30% do mercado de antivírus para dispositivos Android no Brasil. A PSafe tornou-se líder no Brasil e na América Latina e, desde o ano passado, vem crescendo também no mercado americano.

Você pode seguir o mesmo caminho desse unicórnio nacional. Que tal se aventurar no mercado e, quem sabe, entrar nesse clube fechado dos unicórnios? Para isso, o Núcleo de Inovação e Empreendedorismo (NIE) da FAE dispõe de serviços para empreendedores desenvolverem suas ideias. Para conhecer as opções de atividades abertas à comunidade, como palestras e workshops, entre em contato conosco por telefone ou e-mail. Já para alunos, professores e funcionários do Grupo Educacional Bom Jesus, nossa equipe está à disposição diariamente: seja para tirar dúvidas com os professores ou para participar de projetos como o FAE Incentiva e o Startup Garage. Estamos de portas abertas para você!

Equipe do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo da FAE


Compartilhe: