Notícias

30.06.2017

Evolução do líder ocorre fora da zona de conforto


Módulo internacional e meia maratona são alguns dos desafios propostos por programa de educação executiva para gerar mudanças de comportamento pessoal e profissional
Módulo internacional e meia maratona são alguns dos desafios propostos por programa de educação executiva para gerar mudanças de comportamento pessoal e profissional
Durante dez meses, um grupo de 17 líderes de diferentes organizações foram desafiados a um exercício de autoconhecimento com o objetivo de se tornarem melhores pessoas e, por consequência, melhores líderes. Essa é a principal proposta do Integral Leadership Program – ILP, um programa inovador de educação executiva oferecido pela FAE Business School.

“No início, imaginei que encontraria muitos executivos de gravata em busca, assim como eu, de técnicas muito engessadas para ser um bom líder”, lembra a sócia-diretora da Promova Ilimitada, Patrícia Farias, uma das alunas do ILP. De acordo com a executiva, neste programa “aprende-se a ser uma pessoa melhor, a se conectar com você mesmo”.

Contudo, para uma mudança significativa, é necessário “revisar princípios de vida”, como aponta outra aluna, a sócia-diretora da Imobiliária Galvão, Fátima Galvão. “Quando optei pelo curso, apreciei os temas que seriam trabalhados, pois acredito que só poderemos mudar o mundo a partir da mudança interior de cada um de nós”.

Muito longe da zona de conforto


Se é necessário sair da chamada “zona de conforto” para mudar atitudes, o ILP levou essa condição a outro nível. Dividido em 10 módulos, uma das últimas etapas do programa é realizada em Portugal, na Universidade Nova SBE, de Lisboa. A conclusão dessa fase confere ao participante certificado internacional e a experiência de estudar uma semana com alguns dos melhores professores de liderança da Europa.

Para a professora da FAE que acompanhou os participantes do ILP, Luciane Botto, a viagem para outro país e a convivência com uma cultura diferente estimula o aluno a sair da sua zona de conforto, abrir sua mente e se conhecer melhor. “Pensamos que o fato de falarmos a mesma língua torna tudo muito simples, mas a cultura, o mindset, é muito diferente”, destaca.

Segundo a professora, os portugueses se comunicam de forma mais franca, direta e assertiva, algo a que, segundo ela, nem todos os brasileiros estão acostumados. “Na medida em que recebemos novas informações e conhecimentos, passamos a refletir sobre como estamos fazendo a gestão na nossa empresa, por exemplo, e sobre como podemos nos reinventar diante das tantas transformações que vivenciamos diariamente, que fazem parte do nosso cotidiano”, explica Luciane.

Durante a estada em Portugal, os executivos do ILP aprenderam sobre Liderança Estratégica, Liderança Positiva, Comunicação e Inovação. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre o que se pratica em termos de liderança nas empresas europeias.

A programação em Lisboa permitiu, ainda, uma imersão cultural, com passagens por pontos turísticos da capital portuguesa e visita guiada ao principal centro de pesquisa e tratamento de câncer do país, a tradicional Fundação Champalimaud.

“Para ser um líder integral, como propomos no programa ILP, é preciso, além de sempre se atualizar e buscar ferramentas inovadoras, concentrar sua energia na busca pelo seu autodesenvolvimento. Integral é aquele gestor que soma propósito, accountability, integridade, humildade e veracidade em todas as suas ações – dentro e fora da empresa”, defende Luciane.

Meia maratona


Outro diferencial do ILP é a meia maratona. Desde o início do programa, os participantes são preparados para, ao final dos dez módulos, completar parte ou a integralidade da prova de 21 km de distância, de acordo com a realidade de cada um.

“Incentivamos para que a meta seja desafiadora, mas não impossível. Para isso, os alunos recebem todo o suporte necessário ao longo do curso, sempre com a liberdade para autogerir a sua preparação”, explica o professor da FAE e responsável pela meia maratona, realizada no dia 23 de junho, Marcelo Karam.

Tiago Simões, gestor de uma das Unidades de ensino do Grupo Educacional Bom Jesus, foi um dos alunos que alcançou a meta pessoal, completando o percurso de 21 km, alternando entre corridas e caminhadas.

“Eu consegui atingir o que estabeleci como objetivo de uma forma que não era o que foi planejado, mas que me ensinou e fez refletir sobre vários pontos em meio à prova”, conta Tiago. Essa experiência, segundo ele, foi um espelho tanto para a vida pessoal como para a profissional: “É importante ficar atento aos detalhes do caminho, pois o início e o fim, a meta, podem ser conhecidos, mas a experiência proporcionada pelo trajeto até então desconhecido é o que nos traz significativos aprendizados”.

Seja um líder integral


Com o lema “o melhor líder é o melhor ser humano”, o programa de educação executiva ILP encerrou com sucesso a sua primeira turma no mês de junho de 2017 (confira nas fotos abaixo). A próxima turma já está com inscrições abertas. Clique aqui e conheça mais detalhes sobre os módulos e diferenciais do programa.




Galeria de fotos






Compartilhe: