Notícias

04.10.2018

São Francisco de Assis, inspiração educacional ao humanismo solidário


Reflexão para o dia de São Francisco de Assis
Reflexão para o dia de São Francisco de Assis
A educação ao humanismo solidário tem sido mais do que um tema recorrente ao longo dos últimos anos. Tem sido uma necessidade imperiosa por vários motivos: a insensibilidade com os mais pobres e marginalizados, o aumento do desemprego, a deterioração da biodiversidade, a globalização da cultura do descarte, a relativização dos referenciais humanos e religiosos, entre outros. E a quem se reportar como uma inspiração ao humanismo solidário?

A São Francisco de Assis, escolhido há poucos anos como a personalidade do último milênio pela revista Time. A São Francisco de Assis, que em seus dias mostrou-se esmerado no cultivo da simplicidade de vida, na pureza do coração, no amor de Deus, na caridade fraterna, no trato afetuoso com os seus semelhantes e com todas as criaturas. A São Francisco de Assis, sempre fiel às suas obrigações, sábio em seus conselhos, prudente nos julgamentos, contemplativo, firme nas resoluções, equilibrado, paciente com os outros, alegre, bondoso, vigilante e incapaz de ser arrogante. A São Francisco de Assis que intuiu o quanto é imprescindível a uma pessoa ater-se ao cultivo diário de pelo menos quatro aspectos ao longo de seus dias: o interior consigo mesmo; o solidário com os outros, o amor à natureza e o espiritual com Deus.

Nesse sentido, São Francisco de Assis é mais do que um ilustre medieval de quem fazemos memória todos os anos no dia 4 de outubro. Ele é – no contexto de uma instituição de ensino – uma inspiração ao humanismo solidário contemplado nos objetivos a partir dos quais são desenvolvidas diferentes atividades acadêmicas em prol da formação integral do corpo discente. Atividades essas que contribuam também para a promoção dos direitos humanos, a igualdade étnico-racial, a valorização da diversidade, o cuidado do meio ambiente, a inclusão, a minimização das desigualdades, das fraturas sociais e o empreendedorismo para a melhoria das condições de vida da população. São Francisco foi e continua sendo – há mais de 800 anos – um estilo de vida a ser seguido, porque permeado pela gratidão ao Criador, pela instauração de relações mais fraternas, pelo cuidado da vida no conjunto de suas manifestações. Gratidão e cuidado que movem o ser humano de hoje a desvelar o melhor de si, de suas intenções e de seus sentimentos.

Mensagem divulgada na Gazeta de Povo em celebração ao dia de São Francisco, de autoria do frade franciscano do Grupo Educacional Bom Jesus, Frei Claudino Gilz.


Compartilhe: