Notícias

03.10.2018

Psicologia da FAE vai ao encontro de comunidade de Pinhais


Quarta edição do Mutirão de Saúde ofereceu triagem e acolhimento psicológico a população carente
Quarta edição do Mutirão de Saúde ofereceu triagem e acolhimento psicológico a população carente
Os moradores de Pinhais (PR) tiveram a oportunidade de receber atendimento de professores e acadêmicos do curso de Psicologia da FAE Centro Universitário no último sábado, 29 de setembro. Por meio de uma parceria com a Secretaria de Saúde da cidade, a equipe de voluntários da FAE realizou o Mutirão, com o objetivo de acolher e triar pacientes que aguardam por atendimento psicológico na rede pública de saúde em lista de espera. Na data, compareceram para o atendimento cerca de 70 pacientes.

Moradora de Pinhais, Dona Maria (que teve a identidade preservada), 60 anos, disse que foi surpreendida com a ação, principalmente por contar com a participação de muitos jovens estudantes. “Os alunos foram muito atenciosos e me senti bem à vontade no atendimento, que esperava há muito tempo”.

De acordo com uma das professoras que coordenou a atividade, Francisleine Moleta, a presença de estudantes no mutirão foi um dos principais objetivos da ação. “Além de proporcionarmos uma força extra de ajuda ao município e o atendimento à comunidade, tivemos a oportunidade de proporcionar aos estudantes experiências práticas e de cunho social, fato que certamente despertou ainda mais interesse e respeito pela profissão”, diz.

Para a estudante do 10.º período de Psicologia, Narjana Cristina Maceno, o atendimento a um público variado, que envolveu de adolescentes a idosos, revelou como as pessoas sentem a necessidade de escuta e acolhimento. “Hoje em dia, é difícil encontrar alguém disposto a ouvir de verdade outra pessoa, sem julgamentos prévios. Durante a nossa formação, aprendemos a utilizar as melhores técnicas e ferramentas para dar o suporte necessário às demandas psíquicas dos pacientes que procuram por atendimento, tudo isso aliado a muita empatia. Sinto-me preparada para o mercado de trabalho e, principalmente, a fazer a diferença na vida das pessoas a partir da experiência com a Psicologia”, afirma.

Da mesma maneira, Lucas Lopes Donin, aluno do 5.º período, acredita que atividades práticas são muito importantes para o aprendizado de uma nova profissão. “Nosso curso destaca bastante a práxis, a teoria aliada à prática. Isso nos ajuda a evoluir profissionalmente de maneira mais rápida e madura. Durante o mutirão, senti a segurança necessária para fazer as entrevistas no processo inicial de triagem e tive a oportunidade de refletir como a Psicologia pode ser plural e ampla”, conta.

Simultaneamente à triagem, a equipe da FAE, formada por cinco professores e 45 alunos, promoveu conversas, atividades lúdicas para crianças e plantão informativo sobre questões relacionadas à alimentação e à obesidade. Segundo a diretora do departamento de Controle, Avaliação e Auditoria da Secretaria de Saúde de Pinhais, Samira Raduan, “a população saiu muito satisfeita com os atendimentos. A parceria com a FAE, que já está no terceiro ano, é um importante ganho para os moradores da região”.

Estiveram também presentes no mutirão a prefeita de Pinhais, Marli Paulino, a secretária municipal de Saúde, Adriane da Silva Jorge Carvalho, e o coordenador do programa FAE Social, que deu suporte à ação, Frei Claudino Gilz.

Fotos: André Fukuda/FAE.



Galeria de fotos






Compartilhe: